Início

Admissão de alunos regulares, intercambistas e pesquisadores  

* Estágio pós-doutoral sem bolsa para início de atividades no primeiro semestre de 2017 (entre abril e julho): informações e edital

* Período de inscrições: 1º a 20 de março

* Avaliação das candidaturas pela comissão de seleção, inclusive entrevistas: 21 a 31/3/2017

* Doutorado - turma 2018: edital previsto para ser divulgado em maio. Informações sobre editais anteriores.

* Não-residentes no Brasil - turma 2017: edital previsto para ser divulgado em maio. Informações sobre editais anteriores.

* Mestrado - turma 2017: edital previsto para ser divulgado em maio. Informações sobre editais anteriores.

* Step-by-step procedures for someone planning to study at PPGE for one semester as an exchange student.

 

Primeiro semestre de 2017

* Disciplina Economia Matemática: início em 7 de março de 2017

*Aulas às terças, quintas e sextas, de 9hs às 13hs, ao longo do mês de março

* Demais disciplinas: início em 3 de abril, segunda-feira

* Duração de 17 semanas; término em 28/7 

  

Próximo seminário de pesquisa

16 de março - Luzia Costa Becker (Pesquisadora da Humboldt Universität de Berlim e pós-doutoranda no PPGE/UFF)

Título: "O Programa Territórios da cidadania e o desafio da sustentabilidade do desenvolvimento das comunidades quilombolas do TC Alto Jequitinhonha, MG"

Anfitriã: Profa. Celia Kerstenetzky

 

Próximas defesas

Defesa de dissertação de mestrado de Felipe Duvaresch Kamia - "As operações patrimoniais e o processo de crescimento das firmas: uma análise para a indústria farmacêutica brasileira e indiana no período 1997-2015"

6 de março de 2017, horário e local a confirmar

Banca examinadora:

Marco Vargas (UFF, orientador)
Jorge Britto (UFF)
Carlos Augusto Grabois Gadelha (Fiocruz)
Pedro Carvalho De Miranda (IPEA)

Resumo: As operações patrimoniais são fenômenos comuns na história do crescimento das firmas. Essas operações são resultados normais da busca pela acumulação de capital em economias onde empresas podem ser incorporadas e negociadas. Esta dissertação discute a relação entre as operações patrimoniais e o processo de crescimento das firmas. O objetivo é verificar se essas operações trazem informações relevantes para a caracterização de um setor. Argumentamos que a firma baseada no conhecimento permite enxergar as operações patrimoniais como fruto das estratégias empresariais específicas a cada empresa. As estratégias são respostas ativas das firmas ao conjunto de oportunidades e desafios colocados pelo ambiente em que estão inseridas. Ao mesmo tempo, as estratégias são específicas a cada firma, dado seu conjunto de capacitações, competências e conhecimentos. Utilizamos uma base de microdados sobre as operações patrimoniais na indústria farmacêutica brasileira e indiana, entre 1997 e 2015, para identificar padrões de operações patrimoniais e caracterizar o setor nestes países. O trabalho contribui para a literatura ao evidenciar que as operações patrimoniais podem ser utilizadas na caracterização de um setor, trazendo informações importantes sobre o processo de crescimento de suas firmas. Outra contribuição, mais específica para a indústria farmacêutica, é utilizar uma base de dados sobre operações patrimoniais para realizar a comparação do setor farmacêutico em dois países emergentes. A análise das operações patrimoniais permitiu encontrar padrões distintos nos países analisados. As operações patrimoniais indianas se mostraram mais frequentes, de maior volume financeiro e mais direcionadas a alvos em países centrais do que as brasileiras. Esse padrão reflete a trajetória de crescimento observada na indústria farmacêutica indiana. Entretanto, ambos os países ainda apresentam uma participação relativa de operações voltadas a alvos biotecnológicos ou a P&D muito inferior à verificada nos países centrais, ressaltando o caráter periférico destas economias.

 

Defesa de dissertação de mestrado de João Renato Leripio Gomes - "Dominância fiscal" (título a confirmar)

13 de março de 2017, 11hs - sala 402
 
Banca examinadora:
Helder Ferreira de Mendonça (orientador, UFF)
Luciano Vereda (UFF)
Eduardo Zilberman (PUC-Rio)
 
Resumo: A ausência de disciplina fiscal pode provocar mudanças dramáticas na forma como a política monetária afeta a estabilidade macroeconômica, em particular o nível geral de preços. A Teoria Fiscal do Nível de Preços (TFNP) estabelece que quando os agentes privados não acreditam na capacidade de solvência do setor público, elevações na taxa de juros aumentam a inflação ao invés de reduzi-la. Este resultado é crítico para a condução da política monetária por parte dos bancos centrais, uma vez que condiciona a sua eficácia à postura e, sobretudo, às expectativas em relação à política fiscal. Portanto, uma questão relevante é encontrar evidência empírica para o resultado de que elevações na taxa de juros provocam aumento na inflação em um cenário no qual prevalece a percepção (expectativa) de insustentabilidade da dívida pública. O estudo utilizou dados da economia brasileira para investigar o efeito da taxa de juros sobre a inflação em contexto de deterioração das expectativas dos agentes privados sobre a sustentabilidade da dívida pública, conforme estabelecido na TFNP. As evidências apresentadas através de dois métodos distintos – i) OLS com teste sequencial de quebra; e ii) transição de regime de Markov –, além de um modelo VAR irrestrito, apontam alteração no efeito da taxa de juros sobre a inflação no período entre março de 2014 e agosto de 2016, caracterizado como de elevada incerteza em relação à sustentabilidade da dívida pública por parte dos agentes privados. Os resultados obtidos pelo estudo sugerem a necessidade de a autoridade monetária adotar postura de vigilância em relação aos desenvolvimentos da política fiscal e, sobretudo, em relação aos seus efeitos sobre as expectativas dos agentes privados. 

 

Defesa de dissertação de mestrado de Rafael Bernardo da Silva - "Efeitos de variáveis bancárias e macroeconômicas sobre o risco sistêmico: uma aplicação do ΔCoVaR para uma economia emergente"

13 de março de 2017, 14h15 - sala 405

Banca examinadora:

Helder Ferreira de Mendonça (UFF, orientador)
Luciano Vereda Oliveira (UFF)
Marco Antônio Freitas de Hollanda Cavalcanti (PUC-Rio)

Resumo: O presente trabalho contribui para a literatura sobre risco sistêmico e seus determinantes em economias emergentes. A análise deste estudo possui duas etapas. Na primeira parte, este trabalho apresenta a mensuração do risco sistêmico no Brasil entre janeiro de 2011 e dezembro de 2015 pela medida ΔCoVaR. A mensuração do risco sistêmico por meio desta metodologia mostrou-se coerente com a análise apresentada nos relatórios de estabilidade financeira emitidos pelo Banco Central do Brasil. Na segunda parte, considerando a metodologia de dados em painel para uma amostra de 18 bancos – período de 2011 a 2015, estimam-se os efeitos de variáveis bancárias e de variáveis macroeconômicas sobre o risco sistêmico. Os resultados revelam que a liquidez e o retorno sobre o ativo são as variáveis bancárias mais relevantes e que tanto a taxa de câmbio quanto a taxa básica de juros influenciam o risco sistêmico. Em suma, os resultados encontrados indicam que é adequada a aplicação de instrumentos de regulação diferenciados de acordo com a contribuição de cada instituição financeira para o risco sistêmico, e também a necessidade de coordenação entre política monetária e política de regulação prudencial.

 

 

Defesa de tese de doutorado de Claudio Oliveira de Moraes - "Ensaios de Política Macroprudencial"

16 de março de 2017, 11hs - sala 522

Banca examinadora:

Helder Ferreira de Mendonça (UFF, Orientador)
Gabriel Caldas Montes (UFF)
Lucio Rodrigues Capelletto (Banco Central do Brasil/UNB)
José Valentim Machado Vicente (Banco Central do Brasil / IBMEC-RJ / UERJ)
Gustavo Silva Araujo (Banco Central do Brasil / IBMEC-RJ)

Resumo: Esta tese é uma contribuição à literatura sobre estabilidade financeira. Seus principais objetivos são: identificar como as ferramentas macroprudenciais são capazes de corrigir as falhas de mercado que colocam em risco a estabilidade financeira e, avaliar os efeitos da política monetária sobre a política macroprudencial. A partir de três ensaios, um modelo teórico e dois exercícios empíricos, são apresentados os seguintes resultados: (i) no primeiro ensaio foi elaborado um modelo teórico para demonstrar quais são os incentivos responsáveis por transformar as falhas bancárias em um problema de estabilidade financeira; (ii) no segundo ensaio foi analisado o efeito da divulgação das projeções do mercado de crédito – realizadas pelo Banco Central do Brasil – sobre o risco de crédito e de solvência bancária. O principal resultado obtido demonstra que esta forma de comunicação contribui para que os bancos formem suas expectativas de tal maneira que a estabilidade financeira seja mantida; (iii) no terceiro ensaio foi avaliado o efeito das taxas de juros da politica monetária sobre as ferramentas macroprudenciais do buffer de capital, das provisões de crédito e da alavancagem bancária. Os resultados sugerem que há uma interconexão entre a política monetária e a política macroprudencial.

 

Dissertação de dissertação de mestrado - Gabriel de Oliveira Accioly Lins - "Evidências para os efeitos de deterrence, desenvolvimento socioeconômico e revanche policial sobre a violência nos municípios do Rio de Janeiro"

Dia 23 de março às 10hs, sala 522

Banca examinadora:

Gabriel Caldas Montes (orientador, UFF)
Danielle Carusi Machado (UFF)
Daniel Ricardo de Castro Cerqueira (IPEA)

Resumo: Este trabalho é uma contribuição à literatura sobre Economia do Crime. O estudo tem dois grandes objetivos: o primeiro é analisar os efeitos de variáveis de deterrence sobre a violência nos municípios do Rio de Janeiro, como também, verificar a existência do “efeito vingança” em decorrência de mortes de policias; o segundo é analisar, por meio de indicadores de desenvolvimento para os municípios, os efeitos do desenvolvimento em diferentes aspectos sobre a violência nos municípios do Rio de Janeiro. Para atingir os dois objetivos, o estudo utiliza a metodologia de dados em painel. Em relação ao primeiro objetivo, o estudo analisa os efeitos causados pela implantação das UPPs, pelo encarceramento de pessoas envolvidas (ou com suspeitas de estarem envolvidas) em atividades criminosas, pelos gastos municipais em segurança pública e pela morte de policias sobre a dinâmica das mortes violentas e homicídios por intervenção policial ocorridos nos municípios do Rio de Janeiro. Em relação ao segundo objetivo, o estudo considera os impactos do desenvolvimento do emprego e da renda, da educação e das condições de saúde na determinação das mortes violentas e homicídios decorrentes de intervenção policial. Os achados apontam que o encarceramento apresenta alguma capacidade de reduzir a violência, apesar do impacto sobre latrocínios ser contraditório. Em relação aos achados para a implantação das UPPs, as estimações indicam que, no geral, o projeto foi capaz de reduzir mortes violentas e homicídios por intervenção policial. No entanto, as evidências sugerem a possibilidade de mudança na ocorrência de crimes e, por conseguinte, na violência para outras localidades. No tocante aos achados para o efeito das mortes de policiais sobre a violência, o estudo traz evidências até então nunca antes apresentadas. As estimações sugerem que essa variável afeta significativamente os homicídios dolosos e aqueles decorrentes de intervenção policial. Quanto aos resultados dos efeitos dos indicadores de desenvolvimento sobre a violência, o estudo reforça evidências encontradas por outros pesquisadores.

 

Defesa de tese de José Laurindo de Almeida INFRAESTRUTURA PÚBLICA E TRIBUTAÇÃO: QUAIS OS IMPACTOS SOBRE A ATIVIDADE ECONÔMICA?

23 de março de 2017 às 11:15h - sala a confirmar

Banca examinadora:

Helder Ferreira de Mendonça (Orientador, UFF)
Júlio Cesar Albuquerque Bastos (UFF)
Ivando Silva de Faria (Administração/UFF)
Jorge Claudio Cavalcanti de Oliveira Lima (UERJ/BNDES)
José Simão Filho (UFJF)

Resumo: Este estudo é uma contribuição à literatura sobre infraestrutura pública, tributação, e atividade econômica. O principal objetivo é verificar se um aumento da infraestrutura pública e uma redução da tributação contribuem para o aumento do produto. Em particular, é observado se os efeitos da infraestrutura e da tributação são semelhantes tanto em economias desenvolvidas como em desenvolvimento. Este estudo apresenta evidências empíricas a partir de duas perspectivas. A primeira, voltada para análise do caso brasileiro, considera o impacto da infraestrutura pública e da tributação (sobre capital, trabalho e lucro) sobre o investimento privado e o hiato do produto no período de dezembro de dezembro de 2000 a janeiro de 2011. A segunda considera o impacto da infraestrutura e da tributação sobre o crescimento econômico a partir de uma amostra de 96 países (período 1976-2011). Os resultados indicam que um aumento da infraestrutura tem um impacto positivo sobre o produto que não é eliminado pelos efeitos negativos causados pela tributação.

 

Defesa de tese de doutorado de Joseph David Barroso Vasconcelos de Deus - "ENSAIOS SOBRE PREVISÕES DE VARIÁVEIS MACROECONÔMICAS: evidências para Brasil, América Latina e Europa".

Dia 30 de março, 11hs, em sala a confirmar

Banca examinadora:

Helder Ferreira de Mendonça (Orientador, PPGE-UFF)
Gabriel Caldas Montes (UFF)
Luciano Vereda de Oliveira (UFF)
João Victor Issler (EPGE-FGV/RJ)
Osmani Teixeira de Carvalho Guillén (BCB e IBMEC/RJ)

Resumo: Esta tese é uma contribuição à literatura sobre avaliação de previsões econômicas. O principal objetivo é verificar a qualidade, acurácia e eficiência de previsões de variáveis macroeconômicas de instituições previsoras públicas, privadas, e de organizações internacionais, bem como identificar os determinantes do viés de previsão fiscal e da formação de expectativas do setor privado. Para tanto, o estudo se desdobra em três etapas: i- análise da qualidade dos dados de previsão fiscal e identificação dos determinantes do erro de previsão fiscal para um grupo de 15 países desenvolvidos que fazem parte da União Européia; ii- análise da qualidade dos dados de previsão fiscal e identificação dos determinantes do erro de previsão para o caso de um país emergente (Brasil); iii- análise da qualidade dos dados de previsões do setor privado para inflação e crescimento em países emergentes, além de identificar os determinantes da formação dessas expectativas, em particular, se a autoridade monetária é capaz de influenciá-las. O período de análise foca, sobretudo, os anos compreendidos entre 2000 e 2015. No geral, os resultados mostram que os dados de previsões econômicas sofrem de baixa acurácia, e ineficiência. Os resultados empíricos mostram que elementos políticos, econômicos e institucionais são relevantes na determinação do erro de previsão fiscal. Cabe ressaltar que na análise dos determinantes da formação das expectativas de mercado, o banco central é capaz de influenciar as expectativas do setor privado de inflação e de crescimento econômico, e que a credibilidade da autoridade monetária é um elemento essencial e influente na formação dessas expectativas.

 

Novo procedimento para comunicar à secretaria e à coordenação do PPGE:
(i) composição de bancas e (ii) informações sobre defesa (títulos, resumo, data etc,)
 
Com o objetivo de tentar melhorar a gestão de informações do PPGE sobre defesas, será usado um formulário do google. O formulário pode ser preenchido pelo aluno que defenderá em breve ou por seu orientador.
 
Quem tiver alguma banca a informar nos próximos dias, por favor use-o. Pode haver erros, lacunas ou imprecisões no formulário - se identificarem algo errado, por favor, informem a secretaria do PPGE. Vamos aprimorando aos poucos.
 
O formulário pode ser acessado aqui
 

 

Tese defendida no PPGE premiada pelo BNDES  

A Tese de Alessandra Scalioni, "O papel do salário minimo na redução da desigualdade na distribuição de renda no Brasil entre 1995 e 2013", orientada pela Profa Celia Kerstenetzky e co-orientada pela Profa Danielle Carusi no PPGE/UFF recebeu o segundo lugar no 36o. Prêmio BNDES de Economia. 

Acesse a tese e a página do prêmio.

  

Palestra do Prof. José Antonio Ocampo - "Reforms of the International Monetary System"

Professor da Columbia University, ex-ministro na Colômbia, ex-secretário adjunto de assuntos econômicos e sociais da ONU

Terça-feira, 13/12/2016, 18hs - auditório da Faculdade de Economia da UFF

Slides apresentados

 

Base de dados Passport - Euromonitor

* Treinamento realizado no dia 19/10, 15hs, no PPGE. Informações sobre acesso remoto foram fornecidas aos professores e representantes discentes.

Informações sobre a empresa e a base de dados

Manual de uso da base

* Para dúvidas e treinamento individual, escrever a Suzana Fontenelle: < O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

* Pedimos a todos os participantes dos treinamentos realizados em dezembro de 2015 e outubro de 2016 que nos ajudem a disseminar as informações obtidas no treinamento entre colegas (professores e alunos)    

      

Defesas e pedidos de diplomas

* Roteiro para defesa de dissertação e tese: clique aqui.

* Para solicitar diploma, veja aqui.